Porque hoje é sábado | Blog do Tião Lucena

Porque hoje é sábado

 

Políticos paraibanos foram a Campina e a Sertânia para tirar fotos ao lado do presidento Bolsonaro. Mas o que chamou a atenção foi vê-los de caras limpas, sorridentes, sem máscaras. Para ficar perto do mito tinham que imitá-lo. E eu, vendo aquilo, deplorei. Quanta humilhação, quanta subserviência, quanto chaleirismo!

 

2 – O expediente estava terminando no Palácio da Redenção, Pedro Gondim, o governador, se preparava para ir embora, quando apareceu o secretário Valdir dos Santos Lima com um homem se dizendo eleitor fiel de Pedro e com um assunto inadiável para resolver.

A contra gosto, o governador recebeu o homem, que se queixou do delegado de polícia do seu município, que estava comendo a sua mulher. Por isso fora a Palácio exigir a demissão do cabo delegado e, mais ainda, a aplicação de uma surra no galã para aprender a respeitar as famílias.

Pedro ouviu as queixas do corno e não se conteve:

– Meu amigo, assunto de corno não é comigo, é com a Rádio Patrulha.”

 

3 – Hoje a família do saudoso Aloysio Pereira inaugura o memorial Pereira Lima, em sua homenagem e em homenagem ao seu pai, coronel José Pereira Lima de Princesa. Será às 8:30 horas, na Praça Epitácio Pessoa.

 

4 – O deputado Levi Olimpio era um adversário duro na queda. E tinha uma fama, aliás, justificada, de valentão. Gostava de andar armado.

Levi fazia um comício num distrito de Pombal e era observado a distância por Chico Pereira, seu adversário mais ferrenho. Num certo momento, Levi disse:

– Dizem que sou pistoleiro, mas quero dizer que sou homem de paz. Nem armado eu ando…”

Chico Pereira, lá de longe, comentou:

– Aposto como ele está armado. Basta revistar pra ver”.

Foi quando um correligionário murmurou:

– Seu Chico, o problema é encontrar quem tenha coragem de ir lá em cima revistá-lo.”

 

5 – Apenas dois deputados federais da bancada paraibana, Pedro Cunha Lima e Wilson Santiago, votaram a favor do deputado Daniel Silveira, o bombado. Os demais votaram pela manutenção da prisão.

 

6 – O governador Ernani Sátyro almoçou na casa de um compadre e correligionário da zona rural de Patos. O afilhado, de 10 anos, menino sabido, treteiro, puxador de conversa, encantou o ministro, que depois do almoço, ao se despedir, recomendou ao compadre:

– Cuide bem do meu afilhado, tá ouvindo?

E o compadre:

– Vou dar ele ao senhor para o senhor criar, pois como já mostrou que não vai ser muita coisa na vida, com o senhor pelo menos poderá ser um político.”

 

7 – O cerco está se formando em torno da Lava Jato. Agora mesmo o presidente do STJ abriu inquérito para apurar se a dita cuja investigou ilegalmente membros daquela Corte.

 

8 – Em meio a uma crise conjugal com a mulher Rosane, em agosto de 1991, o então presidente Fernando Collor provocou rebuliço ao aparecer em eventos sem a aliança no dedo anular da mão esquerda.

Dias depois da descoberta do fato, o presidente chamou para uma audiência no Palácio do Planalto o governador da Paraíba, Ronaldo Cunha Lima, que era seu adversário político.Ao fim da conversa, jornalistas perguntaram ao governador qual havia sido o tema da reunião. Cunha Lima riu e respondeu:

– O presidente está em busca de uma aliança.”

 

9 – O STJ decidiu ontem suspender as medidas restritivas impostas à deputada Estela Bezerra.

 

10 – Ruy Carneiro desembarcou em Soledade para um comício. E, ao ser anunciado como o principal orador da noite, saudou:

– Meus amigos de Soledade!

Palmas.

-Fulano de tal, meu abraço!

– Já morreu, doutor – , soprou-lhe um vereador da terra.

– Meu prezado amigo, fulano de tal…

– Já morreu, senador!

– Minha querida amiga, fulana de tal!

– Foi para o Rio faz dez anos, doutor!

E assim foi acontecendo. O senador chamou 20 nomes e estavam todos mortos ou fora da cidade. Foi então que o senador, para não perder mais eleitores, iniciou propriamente o discurso:

–  Amigos vivos e presentes de Soledade!”

 

11 – E agora lá se vão meus abraços sabadais para Douglas Lucena, Arnóbio Conexão, Joanildo Mendes, Washington Luiz, Wellington Farias, David Martins, Aldo Schuler, Beto Montenegro, Eduardo Carlos, Eduardo Varandas, Ruy Eloi, Ovidio Mendonça, João Tomé Camurça, Pedro Freire, Dalva Lucena, Milanez Neto e Chico Franca.

 

12 – Quando Padre Levi decidiu disputar a deputação estadual, recebeu pesada oposição do seu colega Padre Noronha, que era muito conservador.

 Certo dia, Padre Levi convocou uma passeata com as mulheres de Patos, pedindo que fossem todas de calça comprida, porque poderia dar uma ventania e levantar seus vestidos.

O Padre Noronha ficou injuriado, e disparou no sermão dominical:

– O Padre Levi, apesar de pastor da Igreja de Deus, não tem vergonha. Essa história de passeata de mulher com calça comprida é somente para ver o tamanho do cachorro de vocês, viu?”

6 Comentário On Porque hoje é sábado

  • Sérgio Alves de Oliveira

    No dia em que mais morreu pessoas vítimas da covid 19, o presidente Bolsonaro , ao lado de Romero tira as máscaras e faz aglomeração, um atentado a vida e a saúde dos Paraibanos

  • Airton Calado- Campina Grande

    Quanto ao voto dos dois parlamentares paraibanos Wilson e Pedro Cunha Lima, sabemos porque o primeiro está engavetado um processo dele que nunca andou no concelho de ética, o segundo é bom voces da imprensa investigar os verdadeiros motivos.Quanto o não uso de máscara tanto de Bruno e Romero Rodrigues, serar que eles num já foram imunizados pelos fura filas da vacina, em Campina um carro foi roubado e no seu interior foram encontrados 70 vacinas em um carro particular e até hoje os campinenses não sabem os motivos dessas vacinas em um carro particular levado de um estacionamento de um hospital.

  • Ontem, na votação da manutenção
    ou não da prisão daquele deputado,
    no plenário da Câmara, o que não
    faltou foi voto Orlof. E não foi só
    dos deputados e deputadas aliados
    do presidento, e proferidores de
    falas parecidas às do deputado
    brucutu. Todos eles votaram Não.
    Muitos preocupados com o próprio
    futuro.
    Mas teve também outro tipo de
    voto: o famoso “Olha Eu Aqui”
    E nesse grupo o deputado que
    mais se destacava era o Aécio
    Neves. Por motivos que não
    precisam de explicação, esse
    grupo votou Sim. E creiam: o
    voto de muitos deles foi um
    aceno ao STF em causa própria

  • Do Fernando Brito:

    “BOLSONARO, SEUS CÃES ACABARÃO
    POR ATACÁ -LO”

    (……………………….)

    “Três semanas depois do que achava
    ser sua vitória magna, Jair Bolsonaro
    percebe-se ameaçado, porque sabe
    que montou a sua rede de sustentação
    em cima de grupamentos inorgânicos,
    cheios de alucinados – e de alucinações
    coletivas – que, de uma hora para
    outra, podem entrar em erupção,
    como entrou o brucutu parlamentar.

    Imaginem, por exemplo, a manifestação
    de algum integrante da mesma cepa
    de desvairada estúpido entre os
    caminhoneiros, ou entre os militares,
    ou entre os grupos de picaretas
    transvestidos de evangélicos.

    Bolsonaro é, sim, o capitão, mas de
    uma nave de loucos – em 2018 ,
    nau-capitanea de uma flotilha de
    oportunistas – que não tem disciplina
    nem rumo – senão o de um golpismo
    confuso e sem projeto, embora ainda
    tenha o canhão dos generais.

    Por isso, os sinais de insatisfação o
    preocupem tanto”

  • Ontem à noite, ao criticara troca de comando na Petrobrás , a GloboNews
    trouxe de volta às telas sumido
    David Zylbersztajn.
    Quem é ele? O ex-genro do FHC,
    que comandou a Petrobrás no
    governo do ex-sogrão ( ainda
    sogro na época).
    Trouxe também o paraibano
    Mailson da Nóbrega .

    Não foi diferente o enfoque dado
    pela CNN. Ambas as emissoras
    ressoaram a voz do senhor mercado.
    E de modo geral a gritaria dos
    neoliberais foi unânime.
    Mas o presidento, inacreditavelmente,
    assumiu um discurso “crítico” às
    práticas do mercado.

    Pra quem gosta de ser enganado, foi
    um discurso e tanto.

    Só faltou mesmo o mágico David
    Coperfield para fazer aparecer o
    sumido Paulo Guedes. Sim, o
    ex-posto Ypiranga tomou uma
    porção mágica e desapareceu
    da cena.

  • Douglas Lucena também morreu, doutor.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.