Presidente da ALPB lamenta morte do jornalista Ricardo Boechat

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, lamentou nesta segunda-feira (11) a morte do jornalista Ricardo Boechat, que foi vítima de um acidente de helicóptero no final da manhã de hoje.

“O Brasil perde um grande jornalista, que em mais de 40 anos de carreira atuou nos principais jornais do Brasil e atualmente ancorava programas na rádio e na TV. Sempre com sua visão crítica, fez parte da rotina de milhões de pessoas diariamente. Em nome de todos os parlamentares e funcionários da Assembleia Legislativa da Paraíba, presto condolências aos familiares”, destacou o parlamentar.

Carreira

Boechat iniciou sua carreira ainda na década de 1970, passando por jornais como “O Globo”, “O Estado de S. Paulo”, “Jornal do Brasil” e “O Dia”.

Na década de 1990, teve uma coluna diária no “Bom Dia Brasil”, na TV Globo. Ele era o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se – e o único a ganhar em três categorias diferentes (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV).

Em pesquisa do site Jornalistas & Cia em 2014, Boechat foi eleito o jornalista mais admirado. Ele ainda lançou em 1998 o livro “Copacabana Palace – Um hotel e sua história” (DBA). Era casado e pai de cinco filhos.

1 Comentário On Presidente da ALPB lamenta morte do jornalista Ricardo Boechat

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste