As novas vítimas | Blog do Tião Lucena

As novas vítimas

O vírus cansou de matar velho e voltou-se para os mais moços, para desgosto de um certo ministro de Estado que defendia e defende o extermínio de idosos para equilibrar as finanças do país.

Pode notar, o noticiário dos portais dá conta de muitos jovens morrendo e incontáveis velhos se recuperando.

Não festejo a morte, sou de outro time, mas confesso que, se por um lado fico mais aliviado por me saber mais distante da morte, por outro me preocupo com os herdeiros, jovens e vendendo saúde, expostos ao novo perigo.

Pense num drama!

De Princesa me vem a notícia do velho Xota, atingido pelo mardito.

Eduardo Carneiro, jornalista, jovem, morreu hoje.

E ainda me espanto com a insensibilidade de grupos dirigindo carrões de luxo, pregando a desobediência civil em nome de um mito que de mito só tem a trunfa.

Fizeram carreatas em Campina, em outras cidades.

Andam nos carrões, agitam, são seguidos por uns bestas pobres e depois se agasalham nas suas mansões para assistir, de camarote, as mortes.

Estamos perto dos 500 mil. Poderemos chegar a 1 milhão. Ou mais.

Isso porque agora, além dos velhos, os jovens estão entrando na fila.

2 Comentário On As novas vítimas

  • SEVERINO A S DE LIMA

    Diga-me uma coisa, jornalista Tião Lucena: o Eduardo Carneiro, que se encontra agora na Morada do Amor, gozando das Bem-Aventuranças Eternas, é o quê do seu homônimo que se encontrava numa “farra” em Tacima?

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.