As primeiras do dia

Luiz Couto pode até ser chato, mas é um homem direito, honesto até dizer basta. Por isso tem eleitores cativos. E por isso vai tirar o sono de muita gente com essa candidatura ao Senado. O eleitor paraibano agora não pode reclamar da falta de opções. Tem opções até dizer basta, e por tê-las, vai votar com a certeza de que poderá escolher com calma e eleger com consciência.

**

Z anda falando mal de um determinado senador. Diz que ele está liberando seus prefeitos para votarem num outro candidato a governador. Que cousa!

**

Parece que amanhã teremos novidade na política da terrinha. Parece.

**

Vou fazer um concurso para o leitor adivinhar as marcas das tintas usadas por Zé Maranhão, Zé Lacerda, Manoel Raposo e Assis Camelo.

**

Vavá da Luz descobriu uma parede na casa dele, da Fazenda Senzala, que foi construída por Alexandre, o Grande.

**

A parede é toda de tijolos antigos, oriundos da olaria de Miguel Raiz.

**

João Gonçalves foi ao velório de Biu Ramos.

**

Gervásio Maia também.

**

Ricardo Coutinho idem.

**

João Pinto, presidente da API, também estava lá.

**

Chico Pinto acompanhava o outro Pinto.

**

A casa aqui se encheu ontem de filhos, noras e netos.

**

Caminhos do frio com todo toro. Pra semana chegam a Bananeiras.

**

E é bem capaz de eu perder.

**

Vou muito!

**

Alguém aí dá notícias de Jesuino Ocrates?

**

Aquele galego que veio de fora fica dando pitaco nas coisas daqui.

**

Varei!

**

Tô te cubano!

**

Aliás, por falar em forasteiro… Bem, depois eu digo.

**

Por enquanto, é mió calá.

**

Inté.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste