As primeiras do dia

Meu pai morreu numa véspera de natal há 35 anos.

Nem sabia que estava doente. Ele não adoecia nunca. Chegou para nós numa manhã de sábado. A ambulância o trouxe e o levamos direto para o Hospital Samaritano.

Queixava-se de falta de ar.

E a falta de ar o matou 24 horas depois de internado.

Por isso não festejo o natal. Sinto saudades do meu velho.

**

Estive no Rio Grande do Sul. A televisão noticiava as filas de servidores públicos estaduais diante do banco para tomar emprestado o dinheiro do décimo terceiro.

Foi aí que senti um orgulho danado de ser paraibano.

**

O que falta para Aécio Neves ser preso? Entrar no PT resolveria esse impasse?

**

E Bolsonaro lavando roupa, hein!

**

Finalmente encontrou uma lavagem de roupa.

**

Stela Maris Mariano saiu de Princesa bebê de braço e agora retorna à terra natal como atriz consagrada. Vai apresentar, com seu grupo, auto de natal na terra que a trouxe ao mundo.

**

A bala que matou o segurança da governadora eleita, Fátima Bezerra, saiu do depósito da Polícia Militar.

**

A turma não brinca em serviço.

**

Thiago Taborda Simões, da equipe de transição de Bolsonaro, é investigado por fraude ao fisco e porte de maconha.

**

Mais um.

**

É por isso que chamam o homem de mito.

**

Mituassu.

**

O mito que vai virando mico.

**

A turma da dor de cotovelo está dando bilôlas em Princesa.

**

E o prefeito Ricardo Pereira matando na unha.

**

Tem gente que vai terminar morrendo do bofe.

**

É morrendo e nós enterrando.

**

Com direito a encomendação de corpo e tudo.

**

Mais tarde tem mais.

3 Comentário On As primeiras do dia

  • Tião, apenas um reparo. Não está esclarecido que munição que matou o Cabo Figueiredo, segurança da governadora Fatima Bezerra, saiu do depósito da PM. O que ficou constatado é que a munição usada é .40, calibre de uso ( não tão) exclusivo das polícias. Feliz Natal!

  • José Tarcízio Fernandes

    Tião, bom dia. Na foto, contei 13 em volta do casal. Acho que alguns aí são meninos da vizinhança. As famílias mais numerosas de nossa época tinham, em regra, 06 filhos, como a minha. De logo, identifiquei você, exibindo satisfeito uma garrafa de bebida!!!

  • Com todo respeito ao momento e a memória de seu pai. Tião estava parecendo Bartô Galeno na foto kkkkkk

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste