Da nova série do blog:”…parece que foi ontem”

Num tempo em que a ditadura mandava e desmandava no país e que o mais cômodo era votar nos candidatos dos generais, Antonio Mariz deu seu grito de rebeldia e lançou-se candidato ao Governo do Estado.

Foi em 1982.

Em Princesa, um grupo de bravos abraçou a causa de Antonio Mariz e perdeu com ele. Perdeu, mas não se abateu.

No comício que a foto mostra, acontecido em Princesa, vemos Paulo Mariano, o guerrilheiro do sertão, ao lado de Mariz e de um jovem Zé Maranhão, então candidato a deputado federal.

Nessa foto ainda se pode ver Tião Lucena, Beto Patriota e o jovem poeta Miguezim Lucena.

A história não mente jamais.

2 Comentário On Da nova série do blog:”…parece que foi ontem”

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste