Da Série “Os Campeões da Informação” : Ana Paula, a Dama da Noite | Blog do Tião Lucena

Da Série “Os Campeões da Informação” : Ana Paula, a Dama da Noite

Ana Paula era “A Dona da Noite” na Rádio Tabajara. Nomeada por Pedro Gondim na década de 60, ela se destacou pela voz maravilhosa que um dia a levou aos palcos de Paschoal Carrilho na condição de cantora.

Nos conhecemos na década de 70 quando aqui aportei com uma maleta velha fugindo de Princesa.

E juntos participamos de movimentos da Api, de farras jornalísticas e de respeitosas conversas.

Tive a honra de ser recepcionado por ela na minha noite de núpcias. Ana era a relações públicas do Hotel Tropicana e foi quem nos recebeu, a mim e a Cacilda, naquele 6 de maio de 1978.

Gostava de ouvi-la lendo as notícias do Informativo Tabajara, a voz firme, forte e musical fazendo um bem danado aos ouvidos, bem diferente do que viria acontecer anos mais tarde com a chegada dos famosos e repulsivos cuspidores de microfone.

Esta sim, sem sombra de dúvidas, foi uma campeã de informação.

Um exemplo que, infelizmente, não foi seguido pelos que a sucederam na radiofonia paraibana.

9 Comentário On Da Série “Os Campeões da Informação” : Ana Paula, a Dama da Noite

  • estou aguardando sobre Espace Hard man, tinha um programa a noite que era um espetáculo

  • Fui o primeiro gerente do Hotel Tropicana e tive a honra de ter Ana Paula como recepcionista. Com sua educação e sua bela voz, passava excelentea imagem do hotel. No rádio sempre se destacou não so pela voz, mas pelo equilibrio e profissionalismo, hoje qualidades raras na nossa radiofonia.

  • Tião, Ana Paula fazia dupla com o Geraldo Cavalcante, ambos nascidos em Várzea Nova, município de Santa Rita. Geraldo já morreu. E Ana Paula está viva ?

  • Bastião = O Hotel Tropicana, na época, era o destino dos recém casados menos afortunados. Os ricos iam para o Hotel Tambaú. Eu também quando casei, fui com Jorge para o Tropicana, no dia 10 de maio de 1982. Chovia muito naquela noite. Mas, como eu não estava na chuva, a chibata vadiou durante os três dias que estivemos hospedados no hotel de Toim Cabral. Jorge saiu do hotel com as pernas tremendo. Foi rojão !!!

  • Bastião velho de guerra, você agora botou quente em lembrar do Hotel Tropicana, hoje em ruínas e invadido por antigos moradores de ruas. Mas, aquele pardieiro foi palco de muitos encontros políticos. Dos quartos daquele hotel voaram muitos cabaços, inclusive o meu.

  • Tião. Lucena eu adoro teu blog pois sou leitor diário e me divirto muito com os comentários. Veja só que você apenas homenageou Ana Paula e falou da sua noite de núpcias no Hotel Tropicana e o assunto dos comentaristas foi só “cabaço”. E parece que você com seu carisma, paciência e espírito democrático apoia a sessão de humor. Seu blog é um sucesso. Parabéns, grande Tião !!!

  • Bastião só podia dá nisso mesmo. Foste falar em cabaço e a galera que não perdôa, aproveitou a onda cabaço. Por falar em Ana Paula, apenas corrigindo, devo dizer que ela não nasceu em Várzea Nova, apenas, reside. Ana Paula nasceu em Pirpirituba e deve ter passado dos 80 anos.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.