Despetizou mas não Desacunhou

Depois de anunciar a “despetização” da administração pública, com a exoneração em massa de mais de 300 servidores da Casa Civil, o ministro Onyx Lorenzoni manteve na pasta dois assessores ligados ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ), ex-deputado cassado preso preventivamente em Curitiba e condenado na Operação Lava Jato. A informação é do jornal O Globo.

Os advogados Felipe Cascaes Bresciani e Erick Vidigal têm atuação destacada no início do governo Bolsonaro. Bresciani já advogou para Cunha e Vidigal escreveu um artigo defendendo o ex-deputado semanas antes de ser nomeado. Procurada para explicar os motivos da manutenção dos dois assessores, a assessoria de imprensa da Casa Civil não retornou o contato do jornal

2 Comentário On Despetizou mas não Desacunhou

  • Os caras tem know how na arte de surrupiar o erário público tem que serem aproveitados e agora os iludidos que sonhava acabar com uma coisa que é a corrupção achando que nunca existiu e foi criada no Brasil por Lula,o que dizem.Nem um ser humano aqui ou alhures acabará com essa mazela pois ela está intrinseca em pelo menos 90% na sociedade mundial. Diz a história que Judas se vendeu por 30 dinheiro pra dedudurar Cristo,qual é a qualificação que se dá a esse gesto?

  • Mais 2 agraciados com o Troféu Ferrou Lula/Dilma, já entregue em outras “categorias”:
    1. Augusto Nardes – categoria – criador de “fatos”- prêmio: – continua ministro do TCU, mesmo denunciado pela PGR
    2. Léo Pinheiro – categoria: – inventor de” provas” – prêmio: – presidência da Caixa para o genro, e provável extinção da pena.
    3. Moro – categoria: – abridor de caminhos – prêmio: – cargo de ministro e futuramente STF.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

Mais comentadas