Gerardo e Ronaldinho prestam solidariedade a Roberto Santiago: “Quem não erra?”

O colunista social Gerardo Rabelo compartilhou com seus seguidores do Instagram um texto no qual presta solidariedade ao empresário Roberto Santigo, preso na última sexta-feira, 22, na terceira fase da Opração Xeque Mate, que apura irregularidades na prefeitura de Cabedelo a partir da compra do mandato do ex-prefeito Luceninha pelo sucessor e também preso Leto Viana. Em seu relato, Gerardo lembrou os feitos de Santiago como empresário e se declara admirador do dono dos shoppings Manaíra e Mangabeira:

“Nesse momento em que refletimos tudo que sua prisão pode representar, espero que haja absoluta serenidade no julgamento dos atos desse homem que construiu uma brilhante trajetória empresarial, que pode ter errado – e quem não erra? – mas não pode ser injustiçado e nem julgado antes da hora”, escreveu ele.

A publicação foi comentada pelo empresário Ronaldo Cunha Lima Filho que fez suas as palavras de Gerardo.

Xeque-Mate III – A terceira fase da operação Xeque-Mate deve resultar na quinta denúncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB) contra uma organização criminosa que atuou no município de Cabedelo, a partir de 2013, com a compra do mandato do então prefeito da cidade. Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva, o de Roberto Santiago, em cidades da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

O cerne da terceira fase da operação foi o “núcleo financeiro” da organização criminosa investigada, que era integrado pelo empresário Roberto Santiago que já foi alvo de duas outras denúncias oferecidas pelo MPPB, referentes à compra de mandato e formação da Orcrim.

Na mais recente fase da Xeque-Mate investiga-se o direcionamento e fraude no processo licitatório que resultou no contrato da empresa responsável pela limpeza urbana no município (Light), em 2014, e de atos de corrupção. O contrato da empresa continua em vigor, mas os fatos investigados são referentes à gestão de Leto Viana, que assumiu a Prefeitura com a renúncia do prefeito anterior. O alvo é o núcleo financeiro, mas, segundo os promotores, isso não implica dizer que agentes públicos envolvidos não figurem na denúncia. “Quem dá algo, quer algo em troca, seja de que forma for. Pilares de impessoalidade e moralidade inexistiram nesse processo, com indícios de direcionamento e, por conseguinte, fraude à licitação”, afirmou Rafael. Os contratos investigados superam a quantia de R$ 42 milhões. (Parlamento Pb)

7 Comentário On Gerardo e Ronaldinho prestam solidariedade a Roberto Santiago: “Quem não erra?”

  • Louvores ao Ministério Público, à Polícia e à Justiça.
    O desvio de dinheiro público é imoral e só alimenta a ganância de quem já tem demais, em desfavor dos que mais precisam.
    O homem é bom, é espetacular, sim, mas não tem esse direito não.
    Com todo respeito aos que (por amizade) “advogam” em sua defesa!

  • Tião e porque eu não posso ser admirador de Lula,que tirou 33 milhões da pobreza,várias escolas técnicas,vários universidades,aumento real do salário mínimo bolsa família minha casa etc

  • O que esperar de um servidor público que sempre recebeu mas nunca foi trabalhar? “Não pode ser injustiçado nem julgado antes da hora”. Isso é verdade!! Não quero que o empresário seja vítima de excessos e injustiça. Mas, lembrando, que Lula foi julgado, execrado e condenado em tempo recorde!! Tanto pela justiça quanto pela opinião pública teleguiada pela grande mídia. Perdoariam se estes erros viessem de Lula? Quanto ao político, lembro das mensagens de Whatsapp trocadas entre o irmão dele e o empresário. Amizade é amizade.Entendo o porquê da solidariedade.

  • A ganância cega o homem, e compromete a sua inteligência.

  • Sebastião Lucena!
    Não conheço o acusado. Mas uma coisa e apenas uma, defendo: apesar das provas, muitas, como dizem por aí, a presunção da inocência é constitucional. Ou seja: vamos esperar o final. Porém, mesmo nunca ficando em cima do muro, nunca, não sou daquele tipo de dar um boi para não perder boiada, depois de entrar na briga.

    Mas seria bom, nesse momento, lembrar aquele famoso barbudo, o Karl Marx: “Sem sombra de dúvida, a vontade do capitalista consiste em encher os bolsos, o mais que possa. E o que temos a fazer não é divagar acerca da sua vontade, mas investigar o seu poder, os limites desse poder e o caráter desses limites.”! Na lasca! O cara, apesar das muitas besteiras que pregou, não raras vezes acerta na mosca!

    E o Fabiano Gomes, acha que saiu de fininho ?! Vem mais carga grossa por aí! E também não sei porque os outros comparsas ainda estão soltos? Quem são os outros ?! Ora, Sebastião, muitos sabem. Termino consciente de que esses que dizem por ai ser o acusado o “homem probo” e de sucesso, devem algo a ele. E muito.

  • Oxente? O “bandido bom é bandido morto” não serve pra ele? Que nojo, o povo tem o que merece mesmo.

  • Já Livânia não pode ser julgada antes da hora.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles