HOJE TEM o “Cesto de Frutas” de Gil de Rosa e Banda no Recanto da Cevada!

1BERTO DE ALMEIDA 

Acho que seria perder tempo falar da qualidade artística de todos o que estão envolvidos nesse Projeto:  Cesto de Frutas.E poderia falar e muito. Pois, afinal, eu conheço essa excelente dupla, ela em especial,  Gil de Rosa e Marta Nascimento, há tantas décadas que me perderia numa década dessas de tanto falar. Exaltar. Dizer o quanto eles sabem exercer esse oficio de “transmitir os sentimentos” através das melhores melodias.

Eles Cantam. Compõem. E Cantam muito. Um dia Pedro Osmar, o nosso Guerrilheiro Cultural, me perguntou porque não fazer do Ave-viola, o primeiro ninho, o MPB-4 do Nordeste.  Não precisava, respondi. Eles eram. Passou o tempo e cada um seguiu o seu caminho. Uns voando. Rápidos!  Outros saboreando a alegria e o prazer de voar.

Agora, passadas décadas, como acabei de espalhar aí em cima, voltando às origens, as melhores, iremos poder assistir a evolução desses artistas sempre com as cabeças em estado de criação. Revolução. Todos. Junior Targino, Rudá e Adriano Gouveia. Um grupo que sabe dizer melodicamente o que os nossos ouvidos desejam ouvir.

Se falei muito? Pouco para a qualidade desses artistas que conheço muito bem. Por fim, fim mesmo, seguem para os muitos que ainda não conhecem o filho de Dona Rosa e seu Antonio, o Gilberto Nascimento e hoje Gil de Rosa, alguns toques sobre a sua longa caminhada de volta a si mesmo.  Todos convidados. Eles merecem a nossa presença.

 

GIL DE ROSA

 

Em 1978 transferiu-se para Barra Bonita, interior de S. Paulo, para trabalhar como engenheiro mecânico, sua formação acadêmica, onde reside desde então. É integrante da Tribo Terra, grupo musical formado em meados de 1989 em Barra Bonita, o qual, movido pela identificação crítica dos seus componentes, tem se dedicado a idealização e a realização de espetáculos musicais em teatros, centros culturais, bares do estado. O trabalho do grupo consiste na interpretação de músicas, crônicas e poemas dos integrantes do grupo e de grandes nomes da música brasileira/latino-americana. Para conhecer a Tribo Terra entre no sitewww.triboterra.com.br

Pela Tribo Terra já gravou 2 cd’s autorais (“Do Jeito da Vida” e “Eu Plural”) com várias músicas de sua autoria e em parceria com outro integrantes do grupo (Marta Nascimento e Américo Ereno) e outro parceiros mais antigos com Humberto de Almeida (Jornalista e letrista paraibano) e o músico e compositor paraibano Dida Fialho.

– Participações em festivais– Já classificou e defendeu várias de suas músicas em importantes festivais de música no Brasil, tais como:

– Xoteblue pra Desmaterializar (Gilberto Nascimento e Américo Ereno) – Composição de 96, inspirada na Bienal da Arte (A Desmaterialização da Arte no Final do Milênio) daquele ano – Finalista do Mapa Cultural Paulista de 97. Gravada no primeiro CD da Tribo Terra.

– Navegante (Gilberto Nascimento) – Finalista do Mapa Cultural Paulista de 2000 e finalista do Festival de Música de Jaú de 2005.

– Campo de Girassóis (Gilberto Nascimento e Américo Ereno) – Finalista do Mapa Cultural Paulista de 1998. Gravada no segundo CD da Tribo Terra.

– Fogueira (Gilberto Nascimento e Américo Ereno) – Dedicada ao índio pataxó Galdino – Classificada no Festival de Música Ecológica de Santa Bárbara do Oeste. Gravada no segundo CD da Tribo Terra

– O Vaqueiro e o Violeiro (Gilberto Nascimento e Américo Ereno) – Classificada no Festival de Música Brasileira da TV Globo de 2000 – Defendida no festival e gravada no segundo CD da Tribo Terra com a participação especial de Dominguinhos.

– Essa Negra (Gilberto Nascimento – Humberto de Almeida – Marta Nascimento e Américo Ereno) – Classificada no Festival Viola de Todos os Cantos.

– A Fábula dos Lobos Jerebas e Guebas Num Galope a Beira-mal (Gilberto Nascimento e Américo Ereno) – Classificada na FAMPOP (Feira Avareense de Música Popular) de 2004. Gravada do primeiro CD solo de Gilberto Nascimento – Gil de Rosa – Puramente Misturado

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste