Polícia prende matadores de Marielle Franco e descobre: São milicianos fardados e foram homenageados por Flávio Bolsonaro

4 Comentário On Polícia prende matadores de Marielle Franco e descobre: São milicianos fardados e foram homenageados por Flávio Bolsonaro

  • É pau, é pedra . Será o fim do caminho?

  • Quando a posse de armas foi liberado, dias atrás, eu lembro que muitas pessoas dos
    movimentos sociais do RJ denunciaram que os maiores beneficiados seriam as milicias.
    Talvez agora a ficha comece a cair para muita gente….

    Alguém consegue explicar o quê a mãe e a mulher de alguém suspeito de ser o
    chefe de uma milicia estava fazendo como funcionárias do gabinete de um deputado estadual?

    E por que que a mãe do suspeito depositou quase que 90% do salário que recebeu na conta do Sr. Fabricio
    Queiroz, ex-motorista e chefe de segurança do gabinete do mesmo deputado estadual?

    O ex-motorista é uma caixa de surpresas sem fim. Haja rolo…..

  • Os envolvimentos são sucessivos. Ainda é só o começo.

  • Talvez elogios sejam um dos deslizes maiores que os políticos praticam.
    Veja o caso do Lula em relação ao Sérgio, não o Moro , mas o Cabral e o fim que este levou: “Votar em Sérgio Cabral é quase um obrigação moral, ética, política.
    Um compromisso para garantir um futuro melhor para aqueles que amamos.”
    Dilma também não teve muita sorte nem com Pezão e nem com Cabral pelo elogio e muito menos ainda com o Temer. Disso vimos o resultado.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste