Porque hoje é sábado

 

1-Lembro de Abraão ainda imberbe, recém saído da Faculdade de Direito e já recebendo encargos do pai, Geraldo Beltrão. Foi dele a petição que me fez ingressar na OAB sem precisar fazer o exame de ordem. Já naquele tempo, doutor Geraldo previa que o menino o substituiria à altura.

 

2 – E não deu outra: Doutor Geraldo morreu, mas a linhagem continuou através de Abraão, hoje, sem favor nenhum, um dos maiores e melhores advogados criminalistas do Nordeste, com gente fazendo fila na porta do seu escritório implorando por seus serviços e ele se desdobrando para atender a demanda.

 

3- Mas o tempo passa. Ontem era Geraldo Beltrão a se deliciar com o talento do filho que começava, e hoje é o filho, Abraão,  transformado em pai coruja, a proclamar a formatura da filha em Direito e a anunciar a continuidade da linhagem iniciada por Geraldo, avô e pai, lá num distante passado.

 

4 – Pena que o avô não esteja aqui para saudar a novidade com aquela gargalhada estridente que chamava a atenção dos circunstantes. Mas lá do céu ele vê tudo, tenho certeza.

 

5 – Ex amigo é bicho falso e sem confiança. E ex amigo despeitado, então, diz arreda. Aliás, minto, não existe ex amigo. O amigo de verdade jamais se tornará ex. O que deixa de ser amigo, nunca foi. Era apenas um arremedo, um fingimento, um aborto, um estupro, uma aberração da natureza.

 

6 – Pelo andar da carruagem e pelo desenrolar dos acontecimentos, acho que aquele moço, pobre moço, moço coitado, mártir dos seus próprios atos, vai sobrar na curva. De novo e novamente, para deixar de ser besta. Quem é o moço? Digo nada! Mas ele sabe que eu sei.

 

7 – Quando o Governo é bom, a turma troca tapa para ficar perto dele. Por isso esse monte de gente querendo ser o candidato do Governo. Se fosse um Governo enjeitado, incompetente, indecente e imoral, todo mundo corria dele. Mas como não é, fica esse empurra/empurra na fila.

 

8 – Essas invasões em áreas de preservação acontecem em João Pessoa desde os tempos de Cabral. A Mata do Buraquinho é um exemplo. Os casebres se avolumam ali pras bandas de Jaguaribe, bem debaixo das fuças das autoridades. E a caça clandestina na mata é uma realidade. Os matadores de tatus estão soltos. Matam e vendem aos moradores de Jaguaribe e do Cristo.

 

9 – Caminhos do Frio mais frios do que nunca. É de bater o queixo. O cabra acorda de manhã com as juntas doendo, os bicos dos peitos duros e a pinta escondida. Pra mijar, só com a ajuda da pinça.

 

10- Sábado que vem, se Paulo Mariano não faiar, estaremos em grupo visitando as Itacoatiaras de Vavá da Luz e experimentando sua cobra à milanesa na Fazenda Senzala.

 

11- E agora meus abraços de sábado para João Tomé Camurça, Vanderlan Farias, Fábio Dantas, Carlão da Cachaça,Edmilson Todynho Pereira, Zé Euflávio, Jakcson Bandeira, Chico Pinto, Tico Pinto, Sandra Magaly, Messina Palmeira, Afra Soares, Cristiano Machado, Giovani Meireles, Joanildo Mendes, Lourdinha Araújo, Nena Martins, Ruy Dantas, Stefano Vanderley, Washington Luiz e Sandra Maia.

 

12 – Nesses tempos de zinleições na API, ofereço-lhes esses “velsos” do velho Mané Binlaca:

 

É JOÃO NA API

Mané Binlaca

 

Há uma turma elitista,

Que anda nos gabinetes,

Que sempre usou a API

Para ir aos palacetes

E posar como vestais

Com as vozes de falsetes.

II

Falam em renovação,

Mas ficharam um candidato

Que está há um quarto de século

Diagramando no tato,

Mantendo como cartório

A chefia do Sindicato.

III

A massa dos jornalistas

E membros da associação,

Escritores e poetas,

Que pisam o barro do chão,

Apoiam firme João Pinto,

Um guerreiro do Sertão.

IV

João Pinto é um presidente

Que não se rende à peleja,

A liberdade de imprensa

Defende e nunca fraqueja,

Nunca barganhou um cargo

Essa fibra sertaneja.

V

API, luta do povo;

API de independência,

Que não se curva a governos

Nem chefes de Intendência;

Janotas, seus arrogantes,

Somos homens de talantes,

Mulheres de inteligência!

 

4 Comentário On Porque hoje é sábado

  • Obrigado, meu querido amigo! Vc é elegantemente exagerado nas suas bondades! Mas, certamente, o meu pai estaria radiante com a formatura em Direito da minha filha Nathália, realmente uma grande promessa de profissional!

  • cicero de lima e sousa

    Muita sorte, velho amigo, você merece muito mais.

  • Do blog do jornalista Esmael Morais, hoje:

    Centrão que apoia Alckmin na verdade é um quadrilhão, segundo a Folha
    21 de julho de 2018 por esmael

    O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) não montou uma coligação com o Centrão, mas sim uma delegacia. Segunda a Folha, está mais para um quadrilhão porque os líderes dos partidos — PR, PP, PRB, DEM e SD — são alvo de ao menos 13 inquéritos.

    O jornalão que torce pelo PSDB afirma que se trata de inquéritos por lavagem de dinheiro, corrupção e outros crimes contra a administração pública. Aliás, o próprio Alckmin está enroladíssimo no mundo do crime, mas ganha proteção extra da mídia e do judiciário.

    Saindo do campo moral, do quadrilhão, voltemos à política.

    Inflado pela mídia nas últimas horas, Alckmin já enfrenta fissuras na composição com o quadrilhão. O empresário Josué de Alencar (PR) e Paulinho da Força (SD) ainda podem deixar o tucano com a broxa na mão.

  • Claudio Nunes Alboquerque

    Novamente esta foto do Alphaville João Pessoa, no bairro dos Estados, onde o prefeito mora… Vai ficar ai esta foto mesmo é ?

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste