Técnicos em enfermagem do Isea trabalham dobrado e ganham apenas R$ 920 para darem 12 plantões por mês

Cerca de 70 técnicos em enfermagem que trabalham no Isea – Instituto Maternidade Elpidio de Almeida, da Prefeitura de Campina Grande, denunciaram ao blog que estão recebendo menos do que o salário mínimo, embora sejam obrigados a dar 12 plantões por mês.

Eles, os técnicos de enfermagem do Isea, recebem exatos 920 reais por mês e embora tenham encaminhado pleitos e reclamações ao prefeito Romero Rodrigues, ele não está nem aí para o problema.

A revolta é geral no Isea, mas os servidores têm medo de denunciar, porque a perseguição é grande.

HOSPITAL PROBLEMA

Este é apenas mais um capítulo da triste existência da maternidade mantida pela Prefeitura de Campina.No ano passado, o Ministério Público, acionado por denúncias, constatou a falta de médicos nos plantões, superlotação e problemas nas condições de atendimento.

Entre os problemas encontrados pelo Ministério Público, o que mais chamou a atenção foi o das mulheres gestantes tendo meninos em cadeiras em vez de leitos apropriados.

1 Comentário On Técnicos em enfermagem do Isea trabalham dobrado e ganham apenas R$ 920 para darem 12 plantões por mês

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste