A propósito dos cretinos que estão sendo pagos para caluniar auxiliares do Governo

Não se trata de uma mera suspeita, mas de uma certeza absoluta: jornalistas e pseudojornalistas que estão enchendo os espaços das redes sociais com as mais estapafúrdias acusações a membros do Governo do Estado, estão na folha da Prefeitura Municipal.

Dei uma rápida olhada na vida pregressa deles e encontrei-os recebendo gordas remunerações da Secom Municipal.

Não vou nominá-los aqui, mas eles sabem que eu sei.

E sei que, por dinheiro, se prestam a tão humilhante tarefa.

Uns, ainda com rubores de ética, contentam-se em repassar informações fornecidas pelas chamadas fontes misteriosas.

Outros estão criando, isso mesmo, criando, inventando, mentindo, caluniando, sem se importar com a possibilidade dessa injustiça respingar nos filhos e esposas dos acusados.

Um deles, de vida pregressa digna das piores páginas de polícia, postou uma foto do secretário de comunicação do estado reunido com a Diretoria da Associação das Mídias Digitais e disse que ali estavam jornalistas sendo comprados por Luís Torres por 10 milhões de reais.

Mentiroso, irresponsável, um pústula da pior espécie, hoje infiltrado na classe da imprensa sem nunca ter sido dela, eis que mal sabe alinhavar uma frase e é conhecido na região metropolitana como o maior picareta da Paraíba.

Nessa reunião discutiu-se os novos critérios de distribuição de verba de publicidade, seguindo orientação do Tribunal de Contas do Estado.

Não sei como os ofendidos vão reagir. Ação de reparação de danos é pouco. Eles merecem receber uma punição mais severa, tipo ação penal com direito a cadeia e sem direito a progressão de pena.

É o mínimo que podem receber para reparar o dano causado a reputação de cidadãos que reputo honrados e decentes até prova em contrário.

7 Comentário On A propósito dos cretinos que estão sendo pagos para caluniar auxiliares do Governo

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste