Do Fundo do Baú!

O tempo é como uma esponja, quando caminha apaga os rastros. Nesta foto de um tempo impreciso, os jovens da imprensa se confraternizavam nas dependências da antiga Churrascaria Bambú, que existiu no Parque Solon de Lucena, em João Pessoa. A maioria dos que aí se encontram já morreu e quem não morreu, está numa peinha de nada. Mas que isso não cause desgosto, pois é o caminho a ser percorrido por todo ser vivente.

Na foto, dá pra identificar o velho Carlito, o recém falecido Biu Ramos, o também falecido Jório Machado e o hoje velhinho Coelhinho, aí na imagem todo ancho, fazendo pose de cantor.

Quem tiver melhor memória, faça o favor de identificar o resto.

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste