Miguezim e a fã misteriosa

Nessa vida de gado acontece cada uma!

Veja o caso do delegado Miguel Lucena, meu irmão caçula e veterano da Polícia Civil de Brasília.

Acostumado a perseguir bandido, botar na cadeia estuprador, assaltante e estelionatário, Miguezim, como o chamo, se tornou uma figura muito conhecida no Distrito Federal.

Para vocês terem uma idéia do grande conhecimento de Miguezim em Brasília, basta dizer que fiz o lançamento de um livro lá e o famoso restaurante Carpi Deam ficou lotado.

E não foi por minha causa não. O pessoal que estava lá nunca tinha ouvido falar de mim.

As centenas de homens e mulheres compraram  meu livro em atenção a Miguel.

Mas de vez em quando ele se depara com cada uma…

Ontem, por exemplo, Miguel recebeu, no Mensager, o recado de uma bela e recatada moça, dizendo que o admirava, o achava bonito, elegante e charmoso, gostava da sua intrepidez como policial e, por isso, gostaria muito de trabalhar com ele.

Atencioso como sempre, Miguezim perguntou o que ela sabia fazer.

E a moça, sem titubear:

-O que eu sei fazer mesmo é fudê!

3 Comentário On Miguezim e a fã misteriosa

Deixe uma resposta:

Seu endereço de e-mail não será mostrado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sliding Sidebar

Sobre Tião Lucena

Sobre Tião Lucena

Tião Lucena, nascido e criado no Sertão, é jornalista desde 1975, tendo começado em A União como repórter e trabalhado em O Norte, no Correio da Paraíba, no Jornal O Momento e no jornal de Agá.

Social Profiles

teste